Remoção de Terra: 5 dicas para realizar terraplanagem

A técnica de terraplanagem é extremamente importante para o segmento de construção em geral, uma vez que ela permite nivelar o terreno para facilitar a execução de projetos. Entretanto, a realização desse processo não é simples e necessita de atenção redobrada para garantir sua eficiência. Nesse artigo, separamos 5 dicas para te ajudar na remoção de terra, e realizar um empreendimento seguro e de qualidade.

Como a terraplanagem é feita

O primeiro passo é realizar um estudo completo do seu terreno, analisando pontos como: aclive, declive, tipo de solo e a sua resistência para suportar as cargas. A partir desse levantamento, será definido os tipos de máquinas a serem usadas, que variam entre pás escavadeiras, retroescavadeiras, mini escavadeiras e tratores de esteira.

Na terraplanagem, existem seis principais métodos de execução:

  • Aterramento: esse procedimento é utilizado quando há necessidade de fazer a colocação de terra no terreno, sendo que a terra vermelha é a mais utilizada;
  • Escavação: quando a terra é removida do local;
  • Destocamento: indicado para remover restos de árvores ou de plantas;
  • Drenagem: remoção de água;
  • Demolição ou Remoção: recomendado para terrenos que já possuem uma edificação que deve ser retirada;
  • Compactação do solo: utiliza-se rolos compressores para gerar mais estabilidade para o procedimento.

Além desses itens, é necessário se atentar a pequenos detalhes: um terreno com desnível para o fundo, por exemplo, exige mais dos profissionais de terraplanagem já que, na maioria das vezes, deve-se construir um muro de arrimo ou de sustentação. E, só depois, preencher o espaço com terra e compactá-la.

Agora que explicamos como a remoção de terra é feita, vamos para as cinco dicas fundamentais para o sucesso de sua terraplanagem!

1. Invista em um profissional da área

Antes da compra do terreno, é importante se certificar de que terá um apoio profissional especializado em terraplanagem. Afinal, ele será responsável por analisar o terreno, e o que pode ou não pode ser feito na área.

2. Planeje o uso de equipamentos

Inevitavelmente, você deverá investir em equipamentos para realizar a remoção de terra. Portanto, pense em como agilizar o trâmite dessas ferramentas/máquinas. Além disso, quando for escolher esses itens, considere os que evitam desgaste no solo.

3. Limpe as áreas

Lembre-se de retirar toda as vegetações da área e qualquer outro vestígio antes de iniciar a terraplanagem. Dessa forma, você garante a qualidade do seu terreno, deixando-o mais sólido e estável.

4. Escolha as máquinas certas

As máquinas são uma grande aliada para aumentar a produtividade e eficiência do seu trabalho, por isso, opte por modelos modernos e com qualidade comprovada. A mini escavadeira e a mini carregadeira são excelentes opções para limpar o terreno.

5. Evite problemas

Em alguns locais, é possível que a terraplanagem seja atrapalhada por alguns fatores. Um bom exemplo é quando há muitas construções ao redor. Além disso, trabalhar sobre um aterro é mais complicado, sendo necessário usar uma estaca mais profunda para alcançar o solo firme. Por último, dependendo do volume do aterramento, o custo pode ser maior.

Essas foram nossas dicas para você planejar e executar bem a terraplanagem em seu terreno. Esperamos que te ajudem em sua construção!

Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais e mostre para os seus contatos a importância da remoção de terra! Acompanhe nossas postagens toda semana e saiba mais sobre o segmento de construção civil e seus equipamentos.

Até a próxima!

Deixe seu comentário

Seu endereço não será publicado.