Gabarito da Obra: o que é, como funciona e por que fazer

Não é novidade para ninguém que qualquer tipo de obra exige inúmeros cuidados e preparações. Afinal, estamos falando de um projeto que deve prezar pela segurança, qualidade e eficiência. Para quem está antenado nesse tipo de trabalho, existe um termo que precisa ser explicado e que você deve ter o conceito muito claro na cabeça: o gabarito da obra. Não sabe o que isso quer dizer? Sem problemas, nós explicamos no artigo de hoje!

O que é o Gabarito da Obra?

A etapa do gabarito da obra vem após a montagem do canteiro de obras no terreno limpo e terraplanado. Também chamado de locação da obra, nessa fase é possível ter uma noção do tamanho da casa e de seus cômodos, ou seja, é um momento fundamental para garantir a segurança de sua construção.

Com essas informações em mente, confira agora como funciona a montagem do gabarito de obras: primeiro, você irá desenhar a planta baixa da sua casa no terreno. Sim! Antes de construir, é essencial fazer as marcações no lote de onde serão os recuos, fundações, paredes e a posição dos elementos estruturais. Além de posicionar a casa no lote, o gabarito também serve para determinar o nível da construção.

 

Após esses primeiros passos, chegou a hora de posicionar o gabarito: lembre-se que trata de um cercado de madeira que funciona como marcação dos eixos das paredes e fundações, então, ele ficará na obra até que a primeira fiada da parede seja feita. Estruturalmente, a sua área deve ser maior que a área da casa, uma vez que o gabarito deve permitir que as pessoas e as máquinas possam se locomover dentro dele. Em média, ele deve ter de 1 a 1,5 metros a mais da largura e comprimento da casa.

O que eu preciso para construir um gabarito?

Para construir o gabarito de obras, você precisa dos seguintes itens:

  • Pontaletes;
  • Tabeiras;
  • Piquetes de madeira;
  • Esquadro;
  • Martelo;
  • Mangueira de nível;
  • Lápis;
  • Linha de nylon;
  • Prumo de centro;
  • Trena.

Então, não esqueça de acrescentar esses itens no seu orçamento de obras!

Passo a passo para fazer o gabarito

Para evitar dúvidas e facilitar o seu projeto, selecionamos um passo a passo bem didático sobre como fazer um gabarito de obras, confira:

1º Delimite a área da obra

Lembra que falamos sobre a importância da área no começo do artigo? Então, você só pode começar o gabarito depois que marcar os limites do lote! Por isso, observe as medidas dos recuos frontal e lateral na planta baixa; além disso, defina qual será o tamanho da área da obra.

Já realizou estes passos? Vamos em frente: fixe o primeiro pontalete de madeira da parte de frente do terreno com base nos recuos frontal e lateral. Na sequência, posicione o segundo pontalete baseando-se na distância do primeiro e dos recuos. Repita esse procedimento para fixar o terceiro e quarto pontaletes. Não esqueça de sempre medir a distância entre eles, recuos e limites do terreno.

Na conclusão desta primeira etapa, você terá os quatro cantos da área de obra devidamente marcados. Assim, o pedreiro consegue colocar as linhas entre os pontaletes e posicionar as tabeiras para saber onde fixar os pontaletes restantes que darão sustentação ao gabarito.

2º Identifique o nível

Depois que os pontaletes forem fixados, é necessário identificar o nível da casa, ou seja, a altura da construção. Não se preocupe, isso não é complicado. Para começar, faça a marcação do nível no pontalete que está na parte mais alta do terreno.

Uma dica: Na maioria dos casos, essa informação está na planta baixa e se baseia na altura da rua.

Após marcar o nível do primeiro pontalete, utilize a mangueira de nível para encontrar e delimitar o nível nos outros pontaletes. Assim que marcar todos, comece a fixar as tabeiras com pregos na altura correta da casa. Por fim, confira se o espaço dos pontaletes é de até 2 metros para assegurar estabilidade na estrutura. Lembre-se de verificar se ela está firme e as tabeiras bem pregadas.

3. Tire o esquadro da casa

Avançando em nosso passo a passo, após montar a estrutura do gabarito, é o momento de tirar o esquadro da casa. Nesta etapa, será preciso localizar e marcar as paredes externas da casa no gabarito. Dessa forma, calcule a distância da casa até a parte da frente do terreno e posicione um prego na tabeira do gabarito para delimitar a posição. Depois, calcule a distância da casa até a lateral do terreno e fixe mais um prego na outra tabeira. Repita o passo nos quatro cantos.

Em resumo, no final desta etapa, você terá fixado oito pregos, dois em cada canto. Para concluir, estique a linha de nylon entre os pregos para formar um retângulo. Sendo assim, os pontos onde as linhas se cruzam são os cantos das paredes externas da sua casa.

Não deixe de checar se o esquadro está correto e todos os cantos possuem 90 graus.

4. Marque os eixos das fundações e paredes

O quarto passo consiste em remover o esquadro e iniciar a marcação dos eixos das paredes e fundações no gabarito. Para não errar nessa fase, você precisa checar no projeto estrutural onde estão os eixos da construção – normalmente eles são identificados por letras e números.

Com essas informações em mãos, o seu pedreiro deve fixar cinco pregos para cada eixo: um central representando o centro do eixo; dois pregos representando as faces das paredes e mais dois com as faces da viga baldrame. É importante destacar que em construções mais simples é possível trabalhar somente com as marcações das faces da viga baldrame.

Semelhante aos passos anterior, assim que os pregos forem fixados com as medidas iguais ao projeto estrutural, as linhas de nylon serão esticadas. É nessa hora que você checa se as medidas dos cômodos estão iguais ao projeto.

5º Marque as paredes e fundações no terreno

Logo após fixas as linhas e conferir todas as medidas, enfim, é feita a marcação no terreno. Ela é realizado jogando cal virgem no terreno representando o local onde serão erguidas as paredes. Para efeito de comparação, o terreno ficará parecido a um campo de futebol.

Para marcar as fundações do tipo sapata isolada ou estaca, será preciso o auxílio do prumo de centro. Posicione-o no cruzamento das linhas do eixo, para assim, determinar a posição exata do centro da sapata ou estaca.

O que achou do nosso artigo sobre gabarito de obra? Conseguiu entender melhor os motivos dessa etapa ser tão importante? Como destacamos: não esqueça de considerar essa etapa no seu orçamento de obras! Não deixe de acompanhar o nosso blog para receber mais esse tipo de conteúdo.

Nos vemos no próximo artigo!

Deixe seu comentário

Seu endereço não será publicado.