4 Passos De Como Fazer Orçamento De Obra

Vai começar a construir? Se a resposta for sim, saiba que um bom planejamento dos gastos é primordial para que não haja problemas durante o processo. Portanto, se ainda tiver dúvida sobre o que vai gastar, neste artigo selecionamos as melhores dicas de como fazer orçamento de obra. Veja o que preparamos e não passe por apuros!

 

Passo a passo de como fazer orçamento de obra 

 

O orçamento de obra é feito para determinar os gastos que serão necessários para a execução de um projeto, desde a sua concepção, até a assistência técnica após a entrega do empreendimento — mediante um plano previamente estabelecido. Veja agora o passo a passo para ter sucesso no seu: 

 

1. Quantifique todos os serviços 

 

O primeiro passo para um bom orçamento de obra, é fazer o levantamento das quantidades dos serviços que serão realizados. Em determinados casos, essa quantificação já é fornecida pelos projetistas, em outros casos não.  Portanto, é importante verificar se todas as atividades necessárias para a obra estão devidamente quantificadas — etapa fundamental nesse processo.

 

Esse levantamento é responsável por englobar todos os serviços necessários para a execução da obra — desde a aplicação da fundação, às plantas que serão cultivadas no jardim da edificação. Portanto, não deixe nenhum detalhe passar despercebido.

 

2. Estruture o orçamento 

 

O próximo passo é um dos mais importantes, pois, é de extrema relevância estruturar bem o orçamento de acordo com os serviços que serão executados — de preferência em etapas, para que facilite a mensuração de todos os gastos. 

 

Também é importante ressaltar que, cada obra é um caso específico, e têm gastos muito particulares. Portanto, não existe um padrão dos custos que serão necessários para executá-la. Dessa forma, planejar um bom orçamento, é essencial para o desenvolvimento de um bom cronograma — o que facilitará no andamento da obra como um todo.

 

3. Estabeleça quais serão os custos indiretos 

 

Como você pôde perceber, até agora todos os custos foram estabelecidos com base na execução de cada serviço. Porém, existem outros gastos envolvidos em uma obra que não podem ser quantificados como custos diretos.  Para esses outros tipos de despesas, damos o nome de custos indiretos, que também devem ser considerados quando falamos de como fazer orçamento de obra.

 

Cada construção possui seus consumos indiretos e específicos — que podem variar em relação às condições impostas pelo construtor, a segurança exigida na construção, a localização da obra e o prazo da sua execução. São exemplos de custos indiretos os gastos com água, energia elétrica, telefone, internet, materiais de escritório, combustível, máquinas, aluguel, alimentação e entre outras despesas que estão envolvidas em uma obra.

 

4. Faça uma planilha com todos os custos 

 

Para que nada fuja do seu controle, é necessário manter uma boa organização. Desse modo, o próximo passo de como fazer orçamento de obra, é montar uma planilha com todas as informações colhidas até agora.  De maneira resumida, nesse documento irá conter todos os descritivos sobre os serviços que serão prestados — quantidades, materiais, preços, mão de obra e entre outros dados inerentes à construção.

 

Tudo certo até agora? 

 

Com essas informações, é possível executar um bom orçamento de obra sem grandes problemas. Aproveite e continue acompanhado o nosso blog, e tenha acesso a mais conteúdos como este! 

 

Deixe seu comentário

Seu endereço não será publicado.